Relatório da 1ª Oficina de Comunicação do Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

O Projeto Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal realizou, nos dias 11 e 12 de Junho de 2019, uma Oficina de Comunicação com foco na sustentabilidade do Projeto.

O WWF-Brasil, instituição parceira e que faz parte do Grupo Gestor do Projeto, convidou representantes das 25 instituições signatárias do Pacto para o evento que aconteceu no Sesc Pantanal em Poconé (MT). Estiveram presentes na Oficina, 13 representantes de diversas instituições locais, entre eles, representantes de ONGs, empresas privadas e organizações governamentais.

Sendo o Pacto um Projeto de iniciativa participativa, envolvendo diversos atores em uma grande área de atuação, o principal objetivo desta Oficina foi possibilitar o encontro e a mobilização de seus atores, buscando criar mais engajamento e desenvolvimento da parte de comunicação do Projeto, por meio de um processo colaborativo e participativo.

Como seria o Rio dos nossos Sonhos? O que gostaríamos de comunicar no nosso Projeto daqui 01 ano?

Mirando onde os diferentes atores signatários do Pacto querem estar em Junho de 2020, os
participantes foram convidados a sonhar coletivamente o cenário ideal para o Projeto daqui 1
ano. Foi realizada uma atividade inspirada no Dragon Dreaming, uma metodologia para Design
de Projetos, que busca a partilha coletiva de sonhos para projetos realizados em grupos.

Ao final desse dia trabalho, foi elaborado um painel visual com os principais registros desse momento, o Rio dos Sonhos, que pode ser visualizado abaixo:

Os participantes foram convidados a pensar coletivamente em ações para solucionar os principais desafios existentes hoje no Projeto. Para tanto, foram trabalhadas duas frentes:

Buscando soluções:
Quais ações podem ser feitas para mitigar ou solucionar os desafios listados?

Potencializando os pontos positivos:
Quais ações podem ser feitas para aprimorar ou estimular as boas práticas já existentes?

Durantes as discussões, os participantes listaram e registraram em tarjetas todas as ações referentes à comunicação do Pacto, que consideraram relevantes para o desenvolvimento dos próximos passos do Projeto. Os dois grupos levantaram 31 ações, que foram organizadas coletivamente em uma lista de ações prioritárias.

Durante o evento, percebeu-se a necessidade de mais encontros de engajamento e mobilização dos
atores do Projeto, como este. O evento foi considerado essencial para manter a motivação das pessoas e instituições para realizarem as novas ações daqui pra frente e gerarem bons resultados.
Para este próximo ano do Pacto, todos ficam com a expectativa de se encontrar mais vezes para Oficinas Participativas como esta.

Confira abaixo o Relatório Completo da Oficina de Comunicação, assim como o Book de Painéis produzidos no encontro.

Explore
O que as instituições ganham ao assinar o pacto?

O Pacto não arrecada e não arrecadará recursos financeiros específicos para seu funcionamento. Portanto, para alcançarmos os objetivos comuns, cada instituição quando o assina se compromete a usar recursos humanos e financeiros próprios para alcançar os objetivos comuns.