Conheça os vencedores do Concurso fotográfico Áreas que Protegem a Vida – Pantanal!

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Participantes do Brasil, Bolívia e Paraguai enviaram mais de 300 fotos de Áreas Protegidas no Pantanal e Bacia do Paraguai.

Fotos que refletiram o objetivo do concurso: ressaltar a biodiversidade, as ameaças e a interação entre humanos e as áreas protegidas.

1º lugar – Gabriela Schuck de Oliveira

Local: Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Sesc Pantanal

Sobre: Filhote de Jacaré-do-pantanal (Caiman yacare) em um tanque de água em meio à seca do Pantanal de 2018. Os tanques são poças de água das antigas fazendas que a RPPN Sesc Pantanal herdou. Esses ambientes oferecem refúgios aos animais durante a seca. Sendo assim, os animiais se fazem presentes em todos os cantos da reserva todo o ano, inclusive nos Pantanais de Itiquira, caracterizados por vegetações de cerrado e zonas secas.
2º lugar – Henrique Seiko Arakaki

Local: RPPN Fazenda Acurizal e Fazenda Penha, Corumbá, Mato Grosso do Sul.

Sobre: Ribeirinho passando por um dos corixos do Pantanal.
3º lugar – Guilherme Giovanni

Local: Baía negra , Corumbá MS

Sobre: Imagem que retrata toda beleza e tranquilidade da nossa natureza, a capivara emergindo com uma flor de camalote. Costumo fotografar a fauna e flora pantaneira com frequência acompanhando os ciclos de cheia e seca.
4º lugar – Aline Santana da Hora

Local: Parque Estadual Encontro das Águas

Sobre: Essa foto foi tirada em um momento de pura apreciação de um predador de topo de cadeia. É emocionante poder estar tão próximo de um animal selvagem. Os felídeos sempre me fascinaram, motivo pelo qual decidi cursar Medicina Veterinária. Atualmente, trabalho como docente de uma Universidade Federal e desenvolvo projetos científicos que pesquisam vírus em animais selvagens, principalmente em felídeos selvagens, com a finalidade de colaborar para a conservação de espécies ameaçadas de extinção.

Se você ainda não entrou no site, aproveite para ver a galeria completa no site: concurso.wwf.org.br

Explore
O que as instituições ganham ao assinar o pacto?

O Pacto não arrecada e não arrecadará recursos financeiros específicos para seu funcionamento. Portanto, para alcançarmos os objetivos comuns, cada instituição quando o assina se compromete a usar recursos humanos e financeiros próprios para alcançar os objetivos comuns.