Vem aí o Dia Mundial de Áreas Úmidas

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Dia 02 de fevereiro será comemorado o Dia Mundial de Áreas Úmidas.

Momento de celebração e conscientização sobre estas zonas imprescindíveis para a vida.

Se você ou sua instituição está organizando alguma atividade para a data, não deixe de inscrevê-la no Mapa de Eventos do Site Ramsar.

Já são mais de 600 inscritos de todo o mundo; com palestras, passeios, ações de limpeza, aulas, encontros, entre outros.

Confira aqui e envie o seu também!

https://www.worldwetlandsday.org/events

Sobre as Áreas Úmidas

As áreas úmidas são complexos ecossistemas que englobam desde as áreas marinhas e costeiras até as continentais e as artificiais. Alguns exemplos são os lagos, manguezais, pântanos e também áreas irrigadas para agricultura, reservatórios de hidrelétricas etc. Ao todo, são classificados 42 diferentes tipos de zonas úmidas.

A importância das áreas úmidas para o planeta

As áreas úmidas existem em todos os tipos de ecossistemas e são importantes para a manutenção da biodiversidade. Situadas em uma interface entre a água e o solo, as áreas úmidas são ecossistemas complexos, pressionados não somente pela ação direta do homem, mas também pelos impactos sobre ecossistemas terrestres, marinhos e de água doce adjacentes.

Estas zonas abrigam 40% das espécies do mundo e chegam a absorver e estocar 50X mais carbono da atmosfera do que as Florestas Tropicais. Segundo o Relatório Ramsar 2018, mais de 1 bilhão de pessoas dependem delas para se alimentar. Além disto, têm papel importante no ciclo hidrológico, ampliando a capacidade de retenção de água da região onde se localiza, promovendo o múltiplo uso das águas pelos seres humanos. Saiba mais:  https://www.wwf.org.br/natureza_bras…/questoes_ambientais/…/

Explore
O que as instituições ganham ao assinar o pacto?

O Pacto não arrecada e não arrecadará recursos financeiros específicos para seu funcionamento. Portanto, para alcançarmos os objetivos comuns, cada instituição quando o assina se compromete a usar recursos humanos e financeiros próprios para alcançar os objetivos comuns.